Veja como o descontentamento causado pela ineficiência dos processos internos das instituições de saúde começa a dar lugar a novas possibilidades para a modernização do setor.

18
Set
2018

De que forma as novas tecnologias nos aproximam da modernização do setor da saúde?

Por: Marketing CBEXs

O mercado de saúde vive um momento único de transição em que a ineficiência de prontuários em papel e dificuldades de acesso às informações do paciente, dão lugar à tecnologia vinda da inteligência artificial, telemedicina, testes genéticos e diagnósticos por videoconferência.

O mercado de saúde digital ainda é novo no mundo, mas grandes mudanças já são notáveis, como por exemplo, o papel passa a ser substituído pelo sistema digitalizado e a burocracia e a lentidão do setor são rompidos pela disrupção.

Diante disso, já é possível observar o impacto que essas primeiras sementes têm na construção de um ecossistema mais forte e consolidado, que leve a inovação a um novo patamar, trazendo o “futuro da saúde” para mais perto de nós.

Neste cenário, apresentamos o Fórum Inovação Saúde 2018

É justamente com o objetivo de compartilhar tendências, conceitos e conhecimentos que contribuam para a transformação e modernização do setor, que o Chapter Rio de Janeiro do CBEXs promove a 2ª edição do FIS | Fórum Inovação Saúde 2018, no 12 de novembro, no Museu do Amanhã, no Rio de Janeiro.

A edição deste ano apresenta o tema “O Diálogo na Saúde – Dilemas, Paradoxos e Desafios”, com o objetivo de discutir os principais desafios que permeiam o futuro da cadeia da saúde. O evento reserva um dia dinâmico, que proporcionará mais de 10 horas de conteúdo, com rica troca de experiências compartilhadas por mais de 30 palestrantes e debatedores nacionais e internacionais.

Em sua segunda edição, o FIS18 espera receber mais de 400 participantes, público formado por profissionais com perfil de liderança e alto poder de decisão, entre gestores, inovadores e entusiastas do mercado da saúde.

Entre os principais nomes confirmados, estão: Claudio Lottenberg, Presidente da UHG Brasil; Francisco Balestrin, Presidente do IHF; Gonzalo Vecina, Ex- Presidente da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa); Josier Vilar, Presidente do CBEXs Rio; Luiz Antonio Santini, Consultor Internacional de Políticas de Câncer; Marcos Lucchesi, Presidente da Academia Brasileira de Letras; Oscar Gaspar, Presidente Executivo da Associação Portuguesa de Hospitais Privados; Paulo ChapChap, Presidente do Conselho do Hospital Sírio Libanês; Sidney Klajner, Presidente do Hospital Israelita Albert Einsten, entre outros.

A programação do evento será dividida em quatro blocos, entre dois eixos diferentes. O primeiro trará a seguinte temática: A) Eixos Temáticos: a) Políticos \ Governança: Os dilemas a serem superados na saúde: de onde viemos para onde vamos; b) Técnico – Gestão: Modelos de Atenção à saúde: O desafio de integrar a gestão privada e pública.

Já o segundo eixo, apresentará os assuntos:  B) Econômico\ Pessoas: a) Construção de complexo industrial e Econômico da saúde. B) Os paradoxos dos modelos de financiamento e de valorização profissional a serem superados.

A grande novidade da edição desse ano do FIS

No encerramento do fórum acontecerá a entrega do Prêmio Edson de Godoy Bueno de Inovação em Saúde 2018, que homenageia mais uma vez o executivo de mesmo nome, fundador e Presidente da Amil e um dos principais nomes do desenvolvimento no setor da saúde. E a grande novidade desta edição é que a disputa acontecerá ao vivo entre as cinco startups que mais se destacaram com ações e ideias inovadoras, contribuindo para a gestão da saúde brasileira.

Veja aqui como foi a edição do ano passado e para mais informações sobre inscrição ou programação do FIS, acesse http://fis.cbexs.com.br/novo/ .